Entretenimento

ANIVERSARIO PONTA PORA

Retomada do cinema no Brasil: público aumenta 485% no 1º semestre de 2022

Por Jornal Extra MS 05/07/2022 às 04:44:20

De acordo com a Ancine, a indústria cinematográfica foi fortemente impactada pela pandemia da Covid-19, com estabelecimentos fechados por tempo indeterminado, estreias bilionárias adiadas e produções paralisadas.

Apesar da reabertura no fim de 2020, os exibidores tiveram o desafio de trazer o público de volta às salas de cinema, com limite de público alterado e protocolos de combate à disseminação da doença. Além disso, a ascensão dos serviços de streaming e a diminuição da janela de exibição tiveram grande impacto na retomada.

Foi durante a pandemia que diversos estúdios apostaram nos próprios streamings, como Disney e HBO, e lançaram as plataformas no Brasil. O investimento publicitário desses players para conquistar e manter assinantes aumentou consideravelmente em 2021, comparado com 2019. Houve uma alta de 243%, de acordo com uma pesquisa do Kantar Ibope Media.

Ainda de acordo com a pesquisa, essas plataformas de vídeo alcançam cerca de 42% das pessoas em um mês dentro do domicílio, e os principais motivos para a assinatura do serviço são: o preço, o amplo catálogo de novos filmes e séries, bem como as produções mais antigas, o site/aplicativo funcionar bem em todos os dispositivos e a facilidade de navegação.

O maior serviço por assinatura da atualidade, a Netflix, superou a marca de 200 milhões de assinantes durante a pandemia. Já no primeiro trimestre de 2022, o gigante precisou pela primeira vez demitir funcionários após uma queda brusca de assinantes pela primeira vez em 10 anos, causada pelo fim do lockdown e o aumento da concorrência, por exemplo.

Confira na galeria as maiores bilheterias no cinema brasileiro neste primeiro semestre de 2022:

*Sob supervisão.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Retomada do cinema no Brasil: público aumenta 485% no 1º semestre de 2022 no site CNN Brasil.

Comunicar erro
Comentários